#SIA2020

Jaqueline Brandão Martins, Douglas Da Silva Rufino

https://soundcloud.com/associacao-de-arquivistas-de-sp-arq-sp/audioposter-de-jaqueline-brandao-martins-douglas-da-silva-rufino


Título: O instrumento de pesquisa como ferramenta de difusão: a experiência do Centro de Memória-Unicamp

Área temática: Descrição, acesso e difusão

Autores: Jaqueline Brandão Martins, Douglas Da Silva Rufino

Palavras-Chave: Instrumento de Pesquisa; Difusão em Arquivos; Centro de Memória-Unicamp; Arquivologia; Bertha Maria Júlia Lutz (1894-1976)



Resumo: A proposta é apresentar as discussões teóricas e metodológicas de composição do catálogo “Bertha Lutz e o Voto Feminino no acervo do CMU”, entendendo-o não apenas em seu valor de acesso informativo primário, mas como ferramenta de difusão e fomento para pesquisas mais específicas sobre Bertha Maria Júlia Lutz, importante figura do movimento feminista brasileiro e fundadora da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino. Desenvolvido pelo serviço de difusão do Centro de Memória-Unicamp (CMU), a publicação que compreende uma parcela do conjunto Adolpho Affonso da Silva Gordo, pertencente ao acervo do CMU, exerce sua função tanto como ferramenta de pesquisa, apresentando de forma técnica os itens documentais de caráter arquivístico, como também promove a difusão editorial com fins educativos e culturais. É premissa que as informações contidas nos arquivos públicos devem servir tanto aos seus administradores quanto aos cidadãos, independentemente destes serem pesquisadores ou não. Nesta linha, os instrumentos de pesquisa são canais favoráveis a estas trocas, provendo a exteriorização das informações presentes nas instituições de memória. O catálogo em questão, primeiro da série Acesso & Difusão do CMU, busca inserir-se neste debate, colocando-se no entrecruzamento da ampla divulgação com a da gestão institucional, levando à comunidade, à administração e ao meio acadêmico material vital para a construção de conhecimento. O levantamento e a sistematização de um corpo de fontes de diferentes gêneros e tipologias documentais levou à organização de uma publicação virtual, de acesso livre e irrestrito. As fontes nela elencadas provêm da totalidade de itens da Subsérie “Sistema Eleitoral” (Série “Atividade Parlamentar e Legislativa”, Grupo “Vida Política”), do Conjunto Adolpho Affonso da Silva Gordo. Os itens documentais foram organizados cronologicamente e sua descrição realizada de forma unitária por meio de verbete individualizado, utilizando-se dos padrões estabelecidos pela Norma Internacional de Descrição Arquivística (ISAD-G). No corpo do catálogo, somam-se aos verbetes: textos de apoio, imagem de todos os documentos, índices e comentários acerca dos itens (individuais ou em grupo. Todo o conteúdo foi traduzido para o inglês, com vistas à ampliação do acesso. Ainda do ponto de vista metodológico, a série Acesso & Difusão busca não somente trazer as informações presentes nos itens documentais, mas elaborar obras que atuem efetivamente na produção historiográfica. Por meio de um layout convidativo, anseia oferecer também reflexões temáticas por diferentes especialistas que permitam entrever possibilidades do alcance temático do acervo, além de comentários expandidos sobre os documentos, para além de sua descrição documental arquivística. Acredita-se que esse tipo de abordagem permite atingir públicos mais amplos do que os usuais pesquisadores acadêmicos, proporcionando uma ampliação dos perfis de público dos arquivos, o que representa um ganho não apenas para o âmbito social, mas também institucional. É valoroso para a instituição que seu acervo se coloque nos três pilares essenciais do fazer arquivístico: gestão, preservação e acesso. A difusão e o acesso caminham juntos produzindo ganhos para a instituição, a qual passa a reforçar sua identidade, seus valores, sua posição na comunidade etc. Ressalta-se que, apesar do caráter historiográfico e temático do catálogo, este tipo de instrumento de pesquisa não deixa de exercer sua função primordial de auxiliar na identificação, mapeamento e compreensão de coleções e conjuntos. Por outro lado, é indispensável às instituições arquivísticas se reinventar na contemporaneidade, repensando o binômio acesso e difusão de forma flexível o suficiente para correlacionar informação, conteúdo e opinião, sempre na ideia de fortalecer a importância dos acervos para a (re)construção das histórias, das memórias e identidades

129 visualizações2 comentários
Associe-se à ARQ-SP
  • c65f9eac24be62dfdcc5f509a32930f8-curso-d
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle